Cuidar de cães e gatos está em alta postado por Gran dia 18 de Dez de 2013 às hs.

O empresário Paulo Carreiro diz que os donos estão mais preocupados com a saúde dos animais

O empresário Paulo Carreiro diz que os donos estão mais preocupados com a saúde dos animais

Cuidar de cães e gatos enquanto os “pais” estão trabalhando ou viajando é uma atividade que ganha cada vez mais adeptos, criando novas opções de trabalho. Quem ama animais pode atuar como pet sitter, uma espécie de babá que visita os animais em casa, ou como dog walker, profissional que leva os bichinhos para passear.


Um pet sitter cobra, em média, de R$ 30 a R$ 40 por hora, dependendo do animal. Cuidar de gatos, por exemplo, costuma ser mais fácil. Os passeios, por sua vez, custam de R$ 10 a R$ 80. Com uma boa clientela, é possível faturar deR$ 2 mil a R$ 3 mil por mês.


Como trabalhar no setor:


CAPACITAÇÃO


Como ainda não há muitos cursos na área, a opção é pesquisar em publicações especializadas. Não há capacitação no Rio. Em São Paulo, custa R$ 560 (dogwalker) ou R$ 420 (pet sitter). Site: www.dogwalker.com.br. Telefone: (11) 5094-0541


DIVULGAÇÃO 


O boca a boca é fundamental. Uma boa opção é criar um site ou uma página no Facebook. Os amigos podem recomendar seu trabalho.


PREÇOS


Os preços variam de acordo com o animal (gatos são mais fáceis de cuidar), a idade dele e a distância até a casa do cliente.


HORÁRIOS


Para conquistar mais interessados, é fundamental ser pontual e organizado. É importante ter uma agenda para esquematizar os horários de passeio com os animais.


PASSEIOS


Escolha passear com dois ou três animais por vez. No caso de alguma emergência, ficará mais fácil agir.


VISITAS


Antes de aceitar o serviço de babá de algum animal, pergunte ao dono sobre seus hábitos, procure saber se o bichinho toma algum remédio e peça alguns contatos de emergência, como veterinários e parentes.


Fonte: Jornal Extra Vida Ganha